A Importância do Riso num contexto Organizacional.

Fala-se muito de Felicidade no trabalho, de estratégias de motivação e de situações que podem fazer parte do dia-a-dia dos colaboradores e que fazem toda a diferença. Hoje venho falar-vos de forma concreta do Riso e da importância do mesmo na estimulação do trabalho e do bom ambiente organizacional.

Quantas vezes chega ao seu local de trabalho e toda a gente está stressada e sisuda? Todas as pessoas enfrentam pressões diárias e problemas no trabalho e o Riso pode fazer toda a diferença para encarar essas dificuldades.

Para vos elucidar melhor procurei uma profissional que sigo regularmente, a Sabrina Tacconi – Master Trainer e Autora. Especializada em Terapia do Riso, a Sabrina deu-me algumas razões que explicam a importância do Riso regular no local de trabalho e durante a execução do mesmo.

Deixo-vos algumas palavras dela:

“Estamos a viver uma mudança radical na nossa forma de vida. Um verdadeiro desafio e tivemos muito pouco tempo para o assimilar. Toda esta situação afeta-nos na vida pessoal e obviamente na vida profissional.

Hoje vamos dar foco à importância do riso e do humor no dia-a-dia dos colaboradores e da empresa.

“Rir é Saúde” acreditem, saúde física, mental e emocional.

Quando rimos demonstramos, sobretudo a nós próprios, que somos inteligentes pois o outro caminho que nos resta é o drama. E realmente penso que nenhum de nós está neste momento predisposto para tal J

Rir no contexto empresarial pode-nos ajudar muito a resolver os desafios de forma otimista, positiva e feliz.

Estudos cientificamente comprovados falam sobre os benefícios do riso entre os que destaco os seguintes por serem tão interessantes e úteis:

. Renovação da motivação, estado de espírito e valores de trabalho

· Maior desempenho a nível pessoal e profissional

· Melhor trabalho de equipa com confiança e diversão

· Aumento de energia e resistência ao stress

· Enriquecimento da qualidade e equilíbrio entre Vida e Trabalho

· Aumento da criatividade e humor nos locais de trabalho

· Organizações com maior visão e direcção

· Rir aumenta a capacidade de reter e relembrar informação

· Grande entusiasmo e participação em sessões interactivas

· Melhor apreciação de clientes internos e externos

· Melhores cuidados com o cliente e serviços de entrega

· Diminuição do absentismo, desgaste e substituição

· Alívio de sintomas de stress, desgaste, ansiedade e ataques de

pânico

· Rir aumenta os níveis de oxigénio no corpo e liberta endorfinas.

· Proporciona bem-estar e uma sensação de frescura durante todo o dia.

· Os participantes aprendem a sorrir e a rir de novo.

· Ajuda a ultrapassar as inibições pessoais

· Desenvolve a autoconfiança e as qualidades de liderança entre os

Colaboradores da empresa.

· Começar o dia de uma forma positiva melhora as relações interpessoais e

portanto a realização do dia.

· Chefias e empregados trabalham com um melhor estado de espírito em vez

de estarem com medo ou desconfiados uns dos outros.

· Os exercícios de respiração profunda praticados e o relaxamento do pescoço e ombros ajudam a melhorar a postura rígida e dores resultantes do stress e do estilo de vida sedentário.

· Rir aumenta a resistência física através da estimulação do sistema imunitário

· Ajuda a controlar muitas doenças como constipações, tensão arterial alta,

doenças do coração, irritabilidade, insónias, ansiedade, depressão, alergias,

asma, bronquites, enxaquecas, dores de cabeça, artrites e dores de costas.

Depois de rir juntos o relaxamento é imediato.

Nós seres humanos temos um potencial infinito para realizarmos e alcançar tudo o que desejamos, através da terapia do riso, podemos libertar o potencial infinito de cada pessoa, descobrir o nosso sentido de humor e celebrar a vida. Tanto no contexto empresarial como no contexto pessoal.

 Devido à minha longa carreira no Yoga do Riso (desde 2006) tenho tido a honra e o prazer de colaborar com inúmeras empresas em todo o País e há uma situação que é comum: no feedback final muitos dos participantes concordam em dizer que “Primeiro estranha-se. Depois, entranha-se.”.

 É verdade que quando alguém nos propõe rir “do nada e de nada”, “sem motivo aparente” ficamos um pouco perdidos pois a nossa “programação” é rir porque achamos graça ou temos sentido de humor. Nada disto é preciso para rir. Rir é uma condição humana à qual podemos recorrer sempre que nos apetecer e não importa se achamos graça ou não pois o nosso organismo não distingue entre o riso induzido e o riso verdadeiro proporcionando-nos uma enorme série de benefícios na saúde a todos os níveis.

Muito giro, certo? 😉

E agora a questão é; “e se não me apetece rir?” “E se perdi o meu sentido do humor e já não acho graça a rigorosamente nada?”

Bem, se não lhe apetece rir comece rindo sem vontade nenhuma até que o riso se torne verdadeiro e com o tempo, com a prática diária não só recuperou a sua vontade de rir naturalmente como também voltará a achar graça à vida e a tudo o que o rodeia.

Tudo depende de nós agora que temos esta informação.

 Vamos a isso?

Grata pela atenção, caro leitor e vemo-nos em breve para Rir 🙂 “

É inspirador e sobretudo curioso este testemunho da Sabrina Tacconi. A mim resta-me agradecer esta excelente colaboração.

Caso necessitem de ajuda deixo-vos os contactos profissionais da Sabrina.

Sabrina Tacconi – Master Trainer e Autora

http://terapiadoriso.pt ou http://risoterapia.pt

Informações; info@terapiadoriso.pt ou 914997826

vivamaisverde-billboard
0

Adriana Silva

Sou a Adriana Silva.

Sou Licenciada em Relações Humanas e Comunicação Organizacional e Mestre em Marketing Relacional.

Comments

  1. Kurt

    Ótimo tema!
    Os efeitos do riso são cientificamente comprovados.
    Gostaria de trazer uma contribuição além do riso: a felicidade.
    http://www.talbenshahar.com/
    Tal Ben-Shahar (Hebraico: טל בן-שחר, também conhecido como Tal David Ben-Shachar) nascido em 1970, é um professor americano e israelita, e escritor nas áreas de psicologia positiva e de liderança. Como professor na Universidade de Harvard, Ben-Shahar criou o curso mais popular da história de Harvard. Posteriormente, escreveu vários livros.
    Vale apena conhecer um pouco da sua forma de pensar e sentir.

    Um abraço

    Kurt

    0
  2. Adriana Silva

    Muito interessante Kurt. Obrigada pela partilha.
    Vou dar uma vista de olhos e explorar, sendo que a Felicidade é um tema que me interessa bastante também.

    0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *