Pós Férias – Drama ou Ficção?

Voltámos. O período maior de férias já passou e é tempo de regressar aos nossos postos de trabalho e de deixar de lado o mar, o tempo livre e descontraído e de pensar nos próximos meses que se avizinham. 

Isto não significa que devemos deixar de descansar e descontrair, mas sim encontrar o foco novamente e arranjar estratégias de concentração, motivação e exigência.

Estamos num período de contra relógio para o final de ano. Para aqueles que reclamam, este é um período fundamental para as empresas, pois é aqui que percebemos se estamos ou não a atingir os nossos objetivos e o que ainda podemos fazer caso isso não esteja a acontecer. É tempo de decisões e acreditem que para qualquer entidade patronal, os resultados determinam tudo o resto, inclusive o seu posto de trabalho.

Esta é a altura em que deve retirar o balanço anual até ao momento, apresentá-lo e compará-lo com os objetivos definidos no início do ano. Deve informar as equipas sobre o cenário atual e ser franco/a com as expectativas que existem até ao final do ano e exigir o que deve ser feito.

1º dica para o/a Gestor de Equipas – Reúna toda a informação de forma precisa sobre os resultados até ao momento, metas a atingir e performance. Marque uma reunião geral de equipa e seja claro e objetivo.

1º dica para o Colaborador – A entidade patronal define objetivos, cumpra-os. Mostre que está alinhado com a organização e deixe de se focar em pensamentos negacionistas e remar contra a maré.

A Doutor Finanças publicou um artigo online – Fim das férias? Regresse ao trabalho sem deprimir. Pode ver aqui. Para mim tem todo o sentido, porque ou realmente gostamos do que fazemos e encontramos fontes de motivação ou não vale a pena continuarmos no trabalho que executamos. Desmotivamos outras pessoas e deixamos a nossa imagem mal vista na nossa organização. Se o seu problema é realmente a motivação e entusiasmo crie estratégias para que isso não aconteça. 

2º dica para o/a Gestor de Equipas – A sua equipa está desmotivada. Continue a realizar um acompanhamento semanal de evolução de tarefas. Não deixe de promover a boa disposição e pequenas atividades de lazer que ligam este descolar do Verão ao retorno do trabalho. Comece a planear os eventos de final de ano e envolva a equipa. São atividades mais descontraídas que retiram o foco da pressão. 

2º dica para o Colaborador – Aprenda mais, aposte na sua formação e foque-se nos objetivos a cumprir. Estas tarefas vão permitir que esteja focado e motivado para terminar. Caso não tenha interesse, devo informar que o problema não é da organização, mas de si mesmo. 

A Doutor Finanças refere mesmo “Seja versátil e diversifique a rotina no trabalho”, isto é fundamental para sentir que está a fazer algo de diferente.

Outra dica muito interessante, seja para o empregador ou colaborador é : “Personalize o seu espaço de trabalho”. Faça um refresh nas instalações, coloque plantas, mude a disposição da sala, compre algo novo.

Até ao final do ano, FOCO, DETERMINAÇÃO e VONTADE.

A sua organização depende de si e o seu futuro também.  

0

Adriana Silva

Sou a Adriana Silva.

Sou Licenciada em Relações Humanas e Comunicação Organizacional e Mestre em Marketing Relacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *